Como era Jerusalém na época de Cristo?

Isto é uma forma de evangelizar
29/11/2016
Igreja Evangélica deve ser inclusiva
29/11/2016

Entender o contexto em que Jesus pregou sua mensagem é de grande importância para uma melhor compreensão do profundo significado de seus ensinamentos. A Jerusalém daquela época era uma cidade que passava por uma onda de grandes mudanças, o que dificultava ao cidadão comum fazer uma correta leitura do que realmente estava acontecendo.

Em meio ao judaísmo dos tempos de Jesus, havia quatro segmentos, cada um com sua leitura particular e com um ensinamento próprio sobre qual caminho o verdadeiro judeu deveria seguir.

Enquanto os zelotes defendiam a tomada de armas e a instauração de uma guerra contra a dominação romana, os essênios ensinavam que a melhor coisa a se fazer era sair das cidades, para que o juízo de Deus não recaísse também sobre eles.

Por outro lado, os fariseus eram zelosos quanto às Escrituras, defendendo, de forma legalista, o estrito cumprimento da lei mosaica. Mas havia, também, os saduceus, que relativizavam a religião judaica, propondo uma fusão com a cultura grega, além de não crerem no sobrenatural.

Aquele contexto era, portanto, de uma vida dura. Além da dominação romana e da luta diária pelo sustento, o povo ainda se via no meio de debates doutrinários, sem saber qual era a interpretação correta.

Alguma semelhança com nossos dias atuais? Assim como naquela confusão Jesus encontrou um cenário favorável para a pregação do Evangelho, hoje também temos uma excelente oportunidade para anunciar a salvação.

Passaram-se mais de dois mil anos desde os tempos de Jesus. Mas o caos, o sofrimento e as divergências doutrinárias persistem. Portanto, em vez de ficar perdido em meio a tantas opiniões contrárias, aproveite a oportunidade e anuncie o ano aceitável do Senhor.

%d blogueiros gostam disto: